Chiesetta Alpina

Jaraguá do Sul abriga o primeiro Monumento à Fé do Imigrante, a Chiesetta Alpina. Inspirada na milenar Igreja de São Simão Apóstolo, em Vallada Agordina, na província de Belluno, Itália, a Chiesetta é consagrada ao Cristo dos Alpes, única no Brasil, e se constitui numa marcante edificação comemorativa pelo transcurso, em 2011, dos 150 anos da unificação italiana. O Monumento é dedicado ao Papa João Paulo I, Albino Luciani – o Papa Sorriso, que é natural das montanhas e de família de emigrantes.

De iniciativa da comunidade italiana, quer homenagear todos os imigrantes que vieram dos países da região dos Alpes e Apeninos. O Morro Boa Vista foi escolhido como local ideal por lembrar as montanhas dolomitas. O movimento pela sua construção iniciou em 2010; a pedra fundamental foi lançada em 2011; em dezembro de 2012 foi inaugurada a primeira etapa das obras. A última etapa foi encerrada com a cerimônia de sua dedicação, no dia 22 de novembro de 2014: apósa colocação das janelas e a finalização da torre, aconteceu a unção do altar feito em pedra dolomita proveniente da Itália, a inauguração do capitel e da fonte. Em seu interior está um crucifixo do ano 1700 e uma pintura de São Miguel, do renomado pintor e escultor italiano Franco Murer.


Localizada num terreno de 20 mil m², doado por uma família descendente de imigrantes, o projeto da Chiesetta segue as mesmas características das igrejas dos Alpes. A área construída é de 132,35 m² e a uma torre tem 27 metros de altura. Internamente a Chiesetta tem espaço para 80 pessoas sentadas e, em seu entorno, áreas de convívio para visitantes, um bosque com árvores típicas da região alpina, estacionamento e instalações sanitárias, além dos serviços de vigia. Com localização privilegiada, numa altitude de 570 m, é avistada de diversos pontos da cidade.